Artigo de:
Diego Brito

Reviewed by:
Rating:
5
On 8 de janeiro de 2016
Last modified:24 de fevereiro de 2017

Summary:

Se encontrou esse artigo em meio às suas pesquisas, é porque já se decidiu: vai se jogar nessa grande "piscina gelada" que é empreender.

Se encontrou esse artigo em meio às suas pesquisas é porque já se decidiu: vai se jogar nessa grande “piscina gelada” que é empreender.

Você provavelmente já ouviu falar sobre as longas horas de trabalho, empenho e determinação que é preciso para gerir uma empresa, especialmente durante os primeiros anos. Ainda assim coça nas suas ideias os motivos pelos quais você escolheu empreender o seu próprio negócio. Não estou aqui procurando maneiras de te convencer que esse é o caminho certo a se seguir, mas ficaria feliz em compartilhar alguns pontos os quais – tempos atrás – me fizeram ter certeza que era nessa “piscina” que queria me banhar.

1. Criatividade

Realizar algo que me inspirasse, através da minha criatividade e energia sustentada, poderia ser muito gratificante. Na mesma linha, participar do nascimento e desenvolvimento de um projeto que contasse com a participação de várias mãos me deu um grande sentimento de satisfação no caminho de empreender.

2. Independência

É certo que a busca por liberdade faz por atrair muitas pessoas. Você não tem mais que convencer seu chefe: você é o chefe. Que fique claro que essa liberdade não significa “trabalhar o mínimo que quiser”, ou “ter mais dinheiro do que pode gastar”. Essas nunca foram as minhas aspirações, e acredito que não devem ser as de nenhum outro que pretende iniciar nesse caminho. Essas devem ser tratadas como consequências do seu trabalho. Pôr as suas ideias em prática e buscar realizar os desejos de quem lhe interessa cerca esse espírito.

3. Soluções

Você tem uma solução para um problema de interesse comum ou um grande problema? A solução para o meio ambiente, comunicações, alimentos ou serviços? O desejo de ver a sua solução usada por todo mundo pode ser um fator determinante para se tornar um empreendedor.

4. Programação

O contratante tem a oportunidade de decidir o número de horas que ele funciona bem como o montante do seu salário. Normalmente, quanto mais você investir em suas horas de negócio, mais dinheiro você ganhará. No mais, aspectos em torno de investimentos financeiros, intenções e prospecção de futuro do negócio são levados em consideração equilibrando o seu trabalho e sua vida pessoal.

5. Dinheiro

Sem querer ser demagogo, esse talvez seja um dos motivos que mais pesam na decisão. Mas pense comigo: dinheiro pelo dinheiro pode ser feito de inúmeras maneiras: bom emprego, ganhar na loteria e até uma boa herança, e em nenhuma das opções você alçaria o grau de satisfação que o caminho do empreendedorismo pode te dar. Tive cuidado pra deixar o dinheiro por último, já que vejo como uma consequência dos outros 4 pontos anteriores.

Muitos outros motivos podem te levar à essa decisão, e POR FAVOR fique a vontade em compartilha-los comigo. No fim das contas, se deixe levar pelo entusiasmo de forma moderada e envolva seus próximos nesse projeto. Isso faz você deixar a vaidade de lado e se abrir mais às ideias complementares às suas 🙂

Data
Artigo
Quais são os seus motivos para empreender?
Rating
5

Deixa uma resposta

Seu endereço de email não será publicado